11 95090-9469

            11 3681-3243   


O que é Subluxação Vertebral?

Ao longo da vida certas atividades rotineiras, desde quedas aparentemente insignificantes aos movimentos mais bruscos ou acidentes, todas essas situações podem ocasionar pequenos desvios nas vértebras (ossos da coluna), interferindo com a função normal do sistema nervoso e contribuindo com problemas que vão aparecer somente alguns anos depois.

Subluxação vertebral é um termo, que se aplica a uma vértebra que perdeu a posição e/ou função normal em relação às outras vértebras, interferindo nos impulsos nervosos, desencadeando dor e inúmeras disfunções, impedindo o funcionamento correto de órgãos, glândulas, células e tecidos.

A lesão na maioria das vezes não é lembrada, mas os danos já estão instalados. Se a lesão foi na coluna vertebral, apesar dos sintomas passarem em alguns dias ou semanas, a subluxação provavelmente ficará, diminuindo o fluxo de energia vital, provavelmente comprometendo severamente a integridade da coluna por vários anos.

Quanto mais longo o período de tempo entre a lesão e o início do tratamento quiroprático, mais difícil e mais tempo levará para a correção. É impossível lembrar cada queda ou lesão que tivemos ao longo de nossas vidas, especialmente aquelas que aconteceram em nossa infância ou durante o difícil e complicado processo de parto em que passamos.

Ter subluxações vertebrais é muito comum, já que todos os dias fazemos dezenas de atividades que acabam afetando ou desalinhando nossa coluna. Desde um trauma em casa ou no trabalho, uso inadequado de um travesseiro ou colchão, até mesmo uma posição inadequada de trabalho ou próprio estresse, causam várias subluxações.

A subluxação não é uma patologia e por isto o laudo médico pode não acusar algo de errado com o paciente, podendo ser detectada apenas através da palpação quiroprática e de uma análise minuciosa das radiografias, uma das especialidades do Quiropraxista. Sendo assim, porque então você não está com dor? Lembre-se, infelizmente as subluxações podem estar presentes por anos sem nenhum sinal óbvio.

O que causa subluxação?

Lesões e traumas esportivos; Uso de computador; Carregar ou levantar peso; Tarefas de casa, desde varrer até lavar louça; Estar sentado, dirigindo, na sala ou mesa ou trabalho; Assistir TV na cama; Estresse emocional; Má postura; Obesidade; Gravidez; Cirurgia; Muito tempo no carro; Dormir no carro ou avião; Andar de moto; Relações sexuais; Agachar de modo inadequado; Salto alto; o processo de parto entro outros.

É muito fácil gerar subluxações vertebrais, não podemos esquecer-nos do perigoso efeito que elas causam sobre o nosso sistema nervoso e consequentemente, sobre a nossa saúde em geral.

Pense em quantas coisas você tem feito ou fez recentemente que poderia gerar subluxações vertebrais.

Alguns dos sinais mais comuns das subluxações vertebrais são: Artrose, dor lombar, dor ciática, dor no pescoço, hérnias de disco, cólicas menstruais, má postura, dores na coluna, insônia, zumbidos, dores de cabeça, problemas respiratórios, adormecimento de braços e pernas, escoliose, asma, disfunção sexual, torcicolo lesões esportivas e problemas do sistema imunológico em geral e muito mais.

Como o Quiropraxista corrige a Subluxação Vertebral?

A principal ferramenta da Quiropraxia é o ajuste vertebral, o qual é distinto e exclusivo do quiropraxista. É muito poderoso, determinado por um movimento rápido e preciso sobre a vértebra subluxada, com a finalidade de corrigir a Subluxação Vertebral, restaurando a função articular, eliminando a interferência nervosa, aumentando a regeneração celular e consequentemente a “cura” do corpo.

Assim como os aparelhos ortodônticos funcionam para o alinhamento dos dentes, a Quiropraxia funciona para a correção dos desalinhamentos da coluna.

Muitos pacientes após o ajuste relatam uma sensação de alívio. Alguns se sentem com mais energia e aptos novamente a fazer todas as suas tarefas, outros sentem pouca diferença. Isso não significa que não estejam recebendo todos os benefícios dos ajustes, mas que simplesmente, ainda não estão sentindo as reações internas da Quiropraxia.

Depois do ajuste, você deverá sentir um bem-estar e uma sensação profunda de relaxamento. Esta sensação poderá durar o resto do dia ou da semana, pode ainda resultar em sono profundo e revitalizado.

Cuidados quiropráticos, assim como aparelhos dentários, levam um determinado tempo para corrigir os desvios da coluna, dependem do estágio de cada pessoa.

Lembre-se que levou muito tempo para o corpo chegar a um determinado estado de degeneração, então é razoável esperar um determinado tempo para se recuperar.

Na maioria dos casos os sintomas desaparecem entre a segunda e a quarta semana, mas é importante entender que o maior benefício e propósito da Quiropraxia é o de corrigir o problema e não simplesmente aliviar as dores.

Você não confiaria num dentista que só trata de suas cáries, mas não o aconselha a escovar os dentes. Da mesma forma, você não confiaria em um especialista que está somente preocupado em aliviar suas dores e não comprometido em tratar a causa principal do seu problema.

O que é Subluxação Vertebral

Ao longo da vida certas atividades rotineiras, desde quedas aparentemente insignificantes aos movimentos mais bruscos ou acidentes, todas essas situações podem ocasionar pequenos desvios nas vértebras (ossos da coluna), interferindo com a função normal do sistema nervoso e contribuindo com problemas que vão aparecer somente alguns anos depois.

Subluxação vertebral é um termo, que se aplica a uma vértebra que perdeu a posição e/ou função normal em relação às outras vértebras, interferindo nos impulsos nervosos, desencadeando dor e inúmeras disfunções, impedindo o funcionamento correto de órgãos, glândulas, células e tecidos.

A lesão na maioria das vezes não é lembrada, mas os danos já estão instalados. Se a lesão foi na coluna vertebral, apesar dos sintomas passarem em alguns dias ou semanas, a subluxação provavelmente ficará, diminuindo o fluxo de energia vital, provavelmente comprometendo severamente a integridade da coluna por vários anos.

Quanto mais longo o período de tempo entre a lesão e o início do tratamento quiroprático, mais difícil e mais tempo levará para a correção. É impossível lembrar cada queda ou lesão que tivemos ao longo de nossas vidas, especialmente aquelas que aconteceram em nossa infância ou durante o difícil e complicado processo de parto em que passamos.

Ter subluxações vertebrais é muito comum, já que todos os dias fazemos dezenas de atividades que acabam afetando ou desalinhando nossa coluna. Desde um trauma em casa ou no trabalho, uso inadequado de um travesseiro ou colchão, até mesmo uma posição inadequada de trabalho ou próprio estresse, causam várias subluxações.

A subluxação não é uma patologia e por isto o laudo médico pode não acusar algo de errado com o paciente, podendo ser detectada apenas através da palpação quiroprática e de uma análise minuciosa das radiografias, uma das especialidades do Quiropraxista. Sendo assim, porque então você não está com dor? Lembre-se, infelizmente as subluxações podem estar presentes por anos sem nenhum sinal óbvio.

O que causa subluxação?

Lesões e traumas esportivos; Uso de computador; Carregar ou levantar peso; Tarefas de casa, desde varrer até lavar louça; Estar sentado, dirigindo, na sala ou mesa ou trabalho; Assistir TV na cama; Estresse emocional; Má postura; Obesidade; Gravidez; Cirurgia; Muito tempo no carro; Dormir no carro ou avião; Andar de moto; Relações sexuais; Agachar de modo inadequado; Salto alto; o processo de parto entro outros.

É muito fácil gerar subluxações vertebrais, não podemos esquecer-nos do perigoso efeito que elas causam sobre o nosso sistema nervoso e consequentemente, sobre a nossa saúde em geral.

Pense em quantas coisas você tem feito ou fez recentemente que poderia gerar subluxações vertebrais.

Alguns dos sinais mais comuns das subluxações vertebrais são: Artrose, dor lombar, dor ciática, dor no pescoço, hérnias de disco, cólicas menstruais, má postura, dores na coluna, insônia, zumbidos, dores de cabeça, problemas respiratórios, adormecimento de braços e pernas, escoliose, asma, disfunção sexual, torcicolo lesões esportivas e problemas do sistema imunológico em geral e muito mais.

Como o Quiropraxista corrige a Subluxação Vertebral?

A principal ferramenta da Quiropraxia é o ajuste vertebral, o qual é distinto e exclusivo do quiropraxista. É muito poderoso, determinado por um movimento rápido e preciso sobre a vértebra subluxada, com a finalidade de corrigir a Subluxação Vertebral, restaurando a função articular, eliminando a interferência nervosa, aumentando a regeneração celular e consequentemente a “cura” do corpo.

Assim como os aparelhos ortodônticos funcionam para o alinhamento dos dentes, a Quiropraxia funciona para a correção dos desalinhamentos da coluna.

Muitos pacientes após o ajuste relatam uma sensação de alívio. Alguns se sentem com mais energia e aptos novamente a fazer todas as suas tarefas, outros sentem pouca diferença. Isso não significa que não estejam recebendo todos os benefícios dos ajustes, mas que simplesmente, ainda não estão sentindo as reações internas da Quiropraxia.

Depois do ajuste, você deverá sentir um bem-estar e uma sensação profunda de relaxamento. Esta sensação poderá durar o resto do dia ou da semana, pode ainda resultar em sono profundo e revitalizado.

Cuidados quiropráticos, assim como aparelhos dentários, levam um determinado tempo para corrigir os desvios da coluna, dependem do estágio de cada pessoa.

Lembre-se que levou muito tempo para o corpo chegar a um determinado estado de degeneração, então é razoável esperar um determinado tempo para se recuperar.

Na maioria dos casos os sintomas desaparecem entre a segunda e a quarta semana, mas é importante entender que o maior benefício e propósito da Quiropraxia é o de corrigir o problema e não simplesmente aliviar as dores.

Você não confiaria num dentista que só trata de suas cáries, mas não o aconselha a escovar os dentes. Da mesma forma, você não confiaria em um especialista que está somente preocupado em aliviar suas dores e não comprometido em tratar a causa principal do seu problema.